Carta Viva | Revista Graça/Show da Fé
Sociedade
08/08/2022
Heróis da Fé | Paul W. Brand
01/09/2022
Sociedade
08/08/2022
Heróis da Fé | Paul W. Brand
01/09/2022

Faça de todo o coração


As pessoas nascidas de novo têm de aprender que se tornaram novas criaturas, passando a ser herdeiras de Deus e, por isso, podem e devem fazer as mesmas obras de Jesus (Jo 14.12). A unção que estava sobre Ele agora repousa sobre quem O recebeu como Senhor e Salvador. Não temos de chorar mais por causa dos fatos desagradáveis que ocorrem, e sim ser firmes na fé em Cristo, assumindo o nosso lugar nEle. Neste mês, estudaremos as orientações da Palavra de Deus sobre a maneira certa de louvar, orar e expressar o nosso amor a Ele, que se traduz em ter e guardar os mandamentos. Por fim, tomaremos posse do que nos pertence em Jesus.

O MODO CERTO DE LOUVAR – Louvai ao Senhor! Louvarei ao Senhor de todo o coração, na assembleia dos justos e na congregação (Sl 111.1). A orientação é louvar a Deus. Quando fazemos isso, o nosso espírito se abre e é alimentado com a Sua presença. Ela alcança quem O elogia e O aplaude por Sua bondade para com os homens. A Palavra diz que tem de ser de todo o coração. Esse é o único modo de darmos ao Senhor o justo louvor. Assim devemos nos portar na assembleia dos justos e na congregação do amado povo de Deus. Agora, nada de louvar por louvar, usando palavras que não expressam a nossa gratidão a Ele.

OS BEM-AVENTURADOS – Bem-aventurados os que guardam os seus testemunhos e o buscam de todo o coração (Sl 119.2). Quando você lê a Bíblia, e uma parte chama a sua atenção, e você a entende, significa que o Todo-Poderoso lhe deu o testemunho daquela mensagem. Isso é de muitíssima relevância para a pessoa que recebeu tal revelação. O mais importante é que ela agora lhe pertence. Quem guarda os seus testemunhos e não se esquece deles, mas os reivindica como sua propriedade e, ao mesmo tempo, busca a Deus de todo o coração, será bem-sucedido na sua fé. Veja que isso tem de ser feito de todo o coração. Por que vacilar e deixar de cumpri-los?

Foto: Claudia Wolff / Unsplash

Não temos de chorar mais por causa dos fatos desagradáveis que ocorrem, e sim ser firmes na fé em Cristo, assumindo o nosso lugar nEle

A IMPORTÂNCIA DO ENTENDIMENTO – Nem todos os salvos entendem a importância do que lhes foi ministrado, pois agem na contramão dos ensinamentos do Pai celestial. Por isso, não conseguem guardar a lei – o preceito registrado na Palavra. Aqueles que se esforçam por guardá-lo com uma fé pequena mostram por que jamais conseguirão ver o que lhes foi apresentado. O salmista falou de modo correto: Dá-me entendimento, e guardarei a tua lei e observá-la-ei de todo o coração (Sl 119.34). Ele sabia que, sem tal compreensão, é impossível guardar a lei e observá-la como necessário. Oseias perguntou a Deus a razão de Seu povo ter sido destruído, referindo-se ao Reino do Norte, Samaria, que foi devastado por Salmaneser, rei da Assíria, e se perdeu misturado entre as pessoas do mundo inteiro. O Altíssimo respondeu-lhe: O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento (Os 4.6a).

MENTIRAS FORJADAS – Os soberbos forjaram mentiras contra mim; mas eu de todo o coração guardarei os teus preceitos(Sl 119.69). Pessoas soberbas existem em todos os lugares e em qualquer época. Elas não aguentam ver o sucesso dos outros e atacam quando menos se espera. Ninguém consegue ficar distante da maldade delas, porque se enchem de orgulho e vaidade, inventando mentiras a respeito do povo de Deus. Nessa batalha, somente será vitorioso quem temer o Senhor e se dedicar a obedecer aos preceitos divinos. Os fracos de fé e de firmeza moral logo passam a desconfiar que as promessas do Alto não serão cumpridas, e isso é mentira. A falta de santidade cria barreiras ao agir divino, e, com isso, esses fracos desistem da batalha (Is 59.1,2). Os que se agarram aos mandamentos de Deus se tornam fortes o bastante para derrotar as investidas do inimigo (Ef 6.1-10).

Foto: Arquivo Graça / Marcelo Nejm

A Palavra diz que tem de ser de todo o coração. Esse é o único modo de darmos ao Senhor o justo louvor. Assim devemos nos portar na assembleia dos justos e na congregação do amado povo de Deus

A ALEGRIA MALDOSA – Portanto, assim diz o Senhor Jeová: Certamente, no fogo do meu zelo, falei contra o resto das nações e contra todo o Edom. Eles se apropriaram da minha terra, com alegria de todo o coração e com menosprezo de alma, para ser lançada à rapina (Ez 36.5). O diabo sempre desejou que Israel fosse aniquilado. Por mais que os profetas avisassem os servos do Senhor, estes procuravam o erro, e não Aquele que poderia protegê-los do mal. Em várias épocas, muitas nações se formaram com o propósito de dominar o mundo. Algumas foram contra Judá e lhe causaram danos; outras não foram bem-sucedidas por terem encontrado um povo que realmente servia a Deus. Foi o caso dos assírios, quando Senaqueribe perdeu todo o seu exército que cercou Jerusalém (Is 37.36). Os babilônicos tiveram êxito, porque o rei de Judá daquela época era fraco e não era fiel a Deus (2 Rs 23.33–24.4). O Altíssimo falou contra o resto das nações, mas destacou Edom pelo fato de serem primos dos israelitas. Os edomitas os odiavam de modo mortal. Eles encheram de alegria o coração ao ver a desventura de Judá. Mas o preço que pagariam foi alto demais. Agora, cabe bem a pergunta: onde está o perverso Edom?

LIBERDADE ANUNCIADA – Canta alegremente, ó filha de Sião; rejubila, ó Israel; regozija-te e exulta de todo o coração, ó filha de Jerusalém (Sf 3.14). Como contemporâneo do profeta Jeremias, Sofonias previu os fatos após a vergonhosa ida para a Babilônia, onde os israelitas ficariam cativos durante 70 anos. Ele foi usado para dar as Boas-Novas aos judeus, as quais significam os dias atuais. Sem dúvida, a mensagem dele acerca de que chegaria o tempo de cantar, rejubilar, regozijar e exultar de todo o coração fala dos nossos dias, quando Jesus venceu o diabo. Não temos mais nada com o choro dos religiosos, que nada sabem do que podemos fazer por crermos nas promessas bíblicas. O nosso tempo é de realizações iguais às do Filho de Deus. O Emanuel está de verdade conosco (Hb 13.5b). Hoje, na simplicidade do amor divino, podemos todas as coisas (Fp 4.13). O Espírito do Senhor nos diz que temos de viver a Verdade que liberta dos males neste tempo, em que o rei da maldade não pode mais nos deter nem nos oprimir (Lc 10.19). A nossa libertação das forças das trevas é mais do que completa, porque o Santíssimo nos vingou da queda de Adão. Então, cantaremos, rejubilaremos, regozijaremos e exultaremos! Para nós, a tristeza, a dor e a derrota são coisas do passado!

Foto: I am nah / Unsplash

A nossa libertação das forças das trevas é mais do que completa, porque o Santíssimo nos vingou da queda de Adão. Então, cantaremos, rejubilaremos, regozijaremos e exultaremos

A MELHOR FASE DA HUMANIDADE – E que amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios (Mc 12.33). Qualquer um tontearia ao entender o que o Mestre disse nessa declaração. O simples ato de ter e cumprir os mandamentos faz de nós o povo particular declarado por Pedro: Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz (1 Pe 2.9 – veja também Dt 10.15; Êx 19.5,6; Ap 1.6; 5.9,10). Estamos vivendo a melhor fase do homem sobre a Terra. Este é o tempo de verem cumpridas em nós todas as profecias que mencionam a humanidade, bem como as promessas feitas a Abraão (Gl 3.14). Hoje, podemos ter o Espírito Santo habitando em nós do mesmo modo que habitou no Senhor Jesus. Por que não buscar toda a plenitude da divindade? (Cl 2.9).

O mundo está esperando a manifestação dos filhos de Deus, quando serão mostrados o poder e a glória como as pessoas viam nos dias do Mestre. O que nos falta para dar ao mundo tal bênção? Crer no Senhor: Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai (Jo 14.12).

Foto: vu anh / Unsplash

Se a Bíblia promete algo de que você precisa, isso lhe será dado, se crer de todo o coração. Não importa a grandeza da promessa, você pode assumi-la, cumprindo as condições requeridas pela licitude: crer de todo o coração

A EXIGÊNCIA DA LICITUDE – E disse Filipe: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus (At 8.37). Filipe seguiu a direção divina para dar algumas lições, uma delas é sobre o que é necessário para cumprirmos toda a Palavra do Senhor e recebermos as bênçãos prometidas. O tesoureiro da rainha etíope seguia no seu carro lendo o livro de Isaías. Pouco antes de chegar ao ponto que falava de Jesus, disse o Santo Espírito a Filipe que se aproximasse do carro daquele eunuco. Ele ouviu que o homem lia a Palavra do Senhor e perguntou-lhe se entendia aquela passagem. Parando o carro, o eunuco respondeu-lhe: Como poderei entender, se alguém não me ensinar? (At 8.31a). Filipe subiu, assentou-se ao seu lado e explicou tudo sobre o sacrifício de Jesus em seu favor. Então, o eunuco mostrou a Filipe algum lugar por ali onde havia água e perguntou o que o impediria de ser batizado. A resposta de Filipe soluciona as dúvidas de alguém sobre qualquer coisa: É lícito, se crês de todo o coração. Tudo o que há na Bíblia é seu, se você crer de todo o coração. Você crê? Então, tome posse!

OBTENDO SUCESSO – Para finalizar, o apóstolo Paulo foi usado para nos ensinar algo mais: E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens (Cl 3.23). Se a Bíblia promete algo de que você precisa, isso lhe será dado, se crer de todo o coração. Não importa a grandeza da promessa, você pode assumi-la, cumprindo as condições requeridas pela licitude: crer de todo o coração. Faça isso e seja feliz, pois o Senhor Se agradou de você.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *