Família | Revista Graça/Show da Fé
Consolo e esperança
24/06/2024
Emoção prejudicial
03/07/2024
Consolo e esperança
24/06/2024
Emoção prejudicial
03/07/2024

COMPARTILHE

Foto: sakepaint / Adobe Stock

Paz versus guerra


O Senhor Jesus afirma em Mateus 10.34: Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. A princípio, parece que o Messias está contradizendo Sua mensagem de paz(Mt 5.9). No entanto, não é o caso: O Salvador é a única e eterna fonte da verdadeira paz (Is 9.6) entre o homem e Deus e entre toda a humanidade (Rm 5.1; Rm 12.18). Ele é o remédio para os temores e as ansiedades que residem no coração das pessoas (Jo 14.27). Contudo, essa paz, que só o bom Pastor concede, não significa ausência de problemas ou dificuldades, e sim tranquilidade de alma em meio às tempestades.

Não podemos ignorar que, ao romper com os padrões deste mundo, geramos indignação por parte de terceiros. Assim, surgem divisões (espada) na família, no trabalho, na escola e em outras áreas da vida. Certa vez, fui procurado por um homem que estava separado da esposa por mais de 20 anos e morava com outra mulher. Ele havia se convertido em uma de minhas reuniões e, muito aflito, pedia oração, pois a companheira não aceitava a nova vida dele em Cristo e ameaçava ir embora de casa. Respondi que, se ela o deixasse, ele estaria livre; afinal, não eram casados.

Nesse caso, a “espada” trouxe o fim daquele relacionamento pecaminoso. Passado algum tempo, esse mesmo senhor reencontrou a ex-esposa e descobriu que ela também estava frequentando a Igreja Internacional da Graça de Deus (IIGD), mas em outro bairro. Eles começaram a namorar e, depois de tantos anos divorciados, casaram-se novamente. A obra que Deus faz é maravilhosa!

Coração duro – A vontade do Senhor não muda: Jesus veio reconciliar o mundo com o Pai. Ele nos dá a Sua paz, que excede todo o entendimento (Fp 4.7), e, por estarmos juntos dEle, somos capacitados a exercê-la com todos e até amar e perdoar os nossos inimigos (Mt 5.44). Entretanto, para os rebeldes de coração duro, que rejeitam a mensagem pacificadora, a obra de Jesus em nós, muitas vezes, representará espada e divisão: Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra. E, assim, os inimigos do homem serão os seus familiares (Mt 10.35, 36).

Pr. Rogério Postigo
Advogado e líder estadual da Igreja Internacional da Graça de Deus em Minas Gerais


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *