Atualidade | Revista Graça/Show da Fé
Saudáveis Advertências – 264
15/07/2021
Palavra dos Patrocinadores – 264
15/07/2021

Atualidade

Foto: Timothy Eberly / Unsplash

Fonte de esperança

Pesquisa britânica aponta que ler a Bíblia com frequência melhora a saúde mental

Por Patrícia Scott

Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti, diz o versículo 11 do Salmo 119. A leitura das Escrituras possibilita aos servos do Senhor receber o conhecimento necessário para viver em retidão e em santidade diante dEle. Entretanto, além de revelar os desígnios e a vontade do Criador para a humanidade, tal leitura redunda em outros benefícios.

Uma pesquisa, realizada no Reino Unido, mostrou que ler a Palavra pode ter um impacto positivo sobre a saúde da mente. O levantamento, feito no segundo semestre de 2020 e divulgado em março de 2021, demostrou o resultado da leitura bíblica sobre o bem-estar mental dos britânicos durante a pandemia. Foram ouvidos cerca de mil cristãos leitores do Livro Santo que frequentavam a igreja, pelo menos, uma vez por mês. A maioria dos entrevistados afirmou que a leitura da Bíblia permitiu que continuassem mentalmente saudáveis, apesar das pressões psicológicas e das perdas ocasionadas pela covid-19. A sondagem indicou também que 35% dessas pessoas estavam lendo mais a Palavra do que antes do surto mundial do novo coronavírus.

Ainda segundo a análise, conduzida pela Christian Research a pedido da Sociedade Bíblica Britânica, 63% dos respondentes declararam que seu nível de confiança no futuro não foi alterado – ou seja, não diminuiu por causa das incertezas trazidas pela pandemia –, e 28% informaram que essa segurança até aumentou, graças à leitura bíblica. Por sua vez, 33% dos participantes da investigação disseram ter experimentado melhoria na saúde mental por meio do contato com a Palavra, e 42% afirmaram que tiveram sua esperança em Deus aumentada ao longo de 2020.


O teólogo e pastor Andrew Ollerton, da Sociedade Bíblica Britânica:
A Bíblia é um ponto de referência em tempos de incerteza
Foto: Reprodução

Ao comentar os resultados do levantamento, o teólogo e pastor Andrew Ollerton, autor de cursos de ensino da Palavra da Sociedade Bíblica Britânica, ressaltou ser encorajador ver que as Escrituras estão dando esperança e confiança às pessoas. A Bíblia é um ponto de referência em tempos de incerteza. É como estar se sentindo perdido no mar e ter uma rocha para se apoiar.

As incertezas geradas pelo longo processo de pandemia, de acordo com a psicóloga Daniela Generoso, fizeram muitos terem de lidar com adversidades jamais vividas. “Os desafios do isolamento social, a tristeza pelas vidas perdidas e a falta de esperança acarretaram várias doenças psicológicas”, destaca a especialista, a qual lembra que o medo de contrair ou transmitir o vírus também desencadeou problemas de ansiedade e descontrole das emoções. “Diante de um momento tão atípico, as pessoas estão em busca de consolo e respostas para as suas angústias. Então, a Bíblia entra com direcionamento”, aponta a profissional.

A psicóloga Daniela Generoso destaca que “os desafios do isolamento social, a tristeza pelas vidas perdidas e a falta de esperança acarretaram várias doenças psicológicas” Foto: Arquivo pessoal

Redução do estresse – A preocupação com a saúde mental é uma das tônicas das Escrituras: inúmeras passagens são fonte de refrigério para lidar com os problemas do dia a dia. “A leitura bíblica é alimento para o corpo, a alma e o espírito. Quando se tem constância nessa prática, a intimidade com Deus se fortalece de maneira extraordinária”, frisa a psicóloga Mônica Borges, citando a passagem de Josué 1.8 (Não se aparte da tua boca o livro desta Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque, então, farás prosperar o teu caminho e, então, prudentemente te conduzirás).

Borges salienta que a meditação é uma técnica que conduz a mente para um estado de calma e relaxamento, promovendo diversos benefícios, como redução do estresse, ansiedade e insônia. “Para conhecer a Deus e a Sua vontade, é necessário meditar em Sua Palavra. Ela apresenta lições e princípios importantes que devem direcionar a vida.” [Leia o quadro Manancial de paz]

A psicóloga Mônica Borges frisa que “a leitura bíblica é alimento para o corpo, a alma e o espírito” Foto: Arquivo pessoal

Ao se lembrar de uma conhecida frase do filósofo grego Aristóteles (384-322 a.C.): Somos aquilo que fazemos repetidamente, o psicólogo e pastor Paulo Cesar Pereira sublinha que essas palavras fazem todo sentido no que se refere à leitura frequente da Bíblia. “Desenvolvemos o hábito daquilo que é importante”, avalia o especialista, reafirmando o caráter terapêutico da leitura das Escrituras.

Pereira, que ministra o curso Saúde emocional e vida cristã, assegura que, quando se tem um encontro com Deus, a partir da leitura bíblica, as angústias emocionais são amenizadas. “Um indivíduo faminto de afeto se contenta com qualquer coisa, mas, se ele buscar o amor de Deus na Palavra, será consolado, animado, saciado integralmente.”

O psicólogo e pastor Paulo Cesar Pereira sublinha: “Desenvolvemos o hábito daquilo que é importante” Foto: Arquivo pessoal

Manancial de paz

Os cuidados com a saúde mental são uma tônica das Escrituras. No Antigo Testamento, o profeta Isaías registra que parte da missão do Messias seria curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados, consolar todos os que choram […] pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado (Is 61.1,2 – ARA). O profeta Jeremias também falou a respeito da missão do Filho do Homem, ao escrever: E tornarei o seu pranto em alegria, e os consolarei, e transformarei em regozijo a sua tristeza (Jr 31.13)

Já o Novo Testamento ensina como o cristão deve lidar com as incertezas do dia a dia e com a ansiedade: Buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal (Mt 6.33, 34). Em João 14.27, Jesus nos assegura: Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. Além da paz, outras virtudes do fruto do Espírito formam uma boa receita para a saúde mental: amor, alegria, […] longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade (Gl 5.22b – ARA).

(Fontes: sites Ultimato e Bíblia.com)

“Valiosos ensinamentos” – Não por outra razão,sempre que acorda angustiada e ansiosa por qualquer motivo, a servente escolar Maria de Fátima Moreira Diniz, 46 anos, logo começa a declarar em voz alta as passagens bíblicas que tem na memória. Uma de suas preferidas é Lamentações 3.22,23: As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim. Renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade. “Declarando a Palavra, sinto-me renovada”, testemunha a obreira da IIGD no Centro de Caratinga (MG), enfatizando que lê diariamente a Palavra. “Isso faz com que meus pensamentos sejam transformados e minhas atitudes sejam modificadas. Também encontro forças para vencer os desafios da vida.”

A servente escolar Maria de Fátima Moreira Diniz testemunha: “Declarando a Palavra, sinto-me renovada” Foto: Arquivo pessoal

Outra que não abre mão de ter contato diário com a Palavra é a maquiadora Liliane Martins Goulart, 40 anos. “A leitura bíblica foi de extremo valor para afastar a ansiedade, o medo e a depressão da minha vida. Momentos de aflição acontecem, mas não podemos permanecer neles”, assegura Liliane, obreira da IIGD em Sobradinho (DF). “Precisamos estar conectados com o Senhor por meio do Livro Sagrado, que apresenta valiosos ensinamentos para todas as áreas da vida”, recomenda.

Liliane Martins Goulart lembra: “A leitura bíblica foi de extremo valor para afastar a ansiedade, o medo e a depressão da minha vida” Foto: Arquivo pessoal

Por sua vez, o estudante André Silva Fagundes, 24 anos, observa que a constante leitura da Bíblia é capaz de blindar a mente contra os ataques do inimigo. “Assim, não há espaço para os maus pensamentos, pois nos alimentamos de esperança”, frisa ele, obreiro da IIGD em Nova Brasília, em Ji-Paraná (RO). Para André, o hábito de ler a Palavra é importante ainda para o fortalecimento espiritual. “Somos envolvidos por um bálsamo e um refrigério que nos impulsionam a prosseguir com confiança nas promessas do Senhor.”

O estudante André Silva Fagundes observa que a constante leitura da Bíblia é capaz de blindar a mente contra os ataques do inimigo: “Assim, não há espaço para os maus pensamentos” Foto: Arquivo pessoal

A Pra. Marília Gabriela Ramires Trovato Nogueira, da Igreja da Graça no Centro de Terenos (MS), assinala que meditar no Texto Santo, “alimento para a alma, o corpo e o espírito”, fortalece a mente. “A pessoa alcança o entendimento para os mais variados momentos da vida”, ministra a pregadora, sublinhando que o melhor remédio, capaz de manter a mente sã, está na Bíblia. Marília Nogueira lembra que as Escrituras estimulam diversas práticas eficazes para a manutenção da boa saúde mental, como amar a Deus e ao próximo, liberar perdão, controlar a ira e arrepender-se de atitudes erradas. “Não ler a Palavra leva a pessoa à paralisia. Ela adoece em todos os sentidos. Por outro lado, manter os olhos firmes na revelação de Deus, nas Escrituras, proporciona saúde mental, emocional, espiritual e física”, sentencia ela, citando o texto do Salmo 1.1,2: Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.

A Pra. Marília Gabriela Ramires Trovato Nogueira afirma, ao meditar no Texto Sagrado, “a pessoa alcança o entendimento para os mais variados momentos da vida” Foto: Arquivo pessoal

Cuidados com a saúde mental

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de indivíduos com algum tipo de transtorno mental tem crescido de forma exponencial em todo o mundo, principalmente com depressão e ansiedade. Para evitá-las, além da leitura bíblica, especialistas recomendam:

:: Cuidar da alimentação – Tenha um cardápio variado e equilibrado.

:: Praticar atividade física – Exercícios físicos regulares melhoram a capacidade cognitiva e diminuem os níveis de ansiedade e estresse.

:: Dormir bem – Noites mal dormidas podem agravar transtornos mentais e emocionais.

:: Gastar tempo com pessoas queridas – Reserve momentos do dia a dia para estar com amigos e familiares.

:: Ter momentos de lazer –Atividades prazerosas, como praticar esportes, possuir um hobby, fazer passeios, ler bons livros e ouvir boa música devem fazer parte da rotina.

:: Desenvolver sua fé – Ela está relacionada ao otimismo, à esperança, à confiança, à crença na vida e à dependência de Deus.

:: Ajudar o próximo –Pode ser um vizinho, um amigo ou parente que precisa de auxílio ou um trabalho voluntário. Fazer o bem é terapêutico, além de expressar o amor de Deus.

(Fontes: sites Biblioteca.cofen.gov.br e Familia.com.br)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *