Carta do Pastor à ovelha | Revista Graça/Show da Fé
Capa | Igreja
01/06/2022
Medicina e Saúde – 277
01/08/2022

Carta do Pastor à ovelha – 276

Missionário R. R. Soares

Consagre-se ao Senhor!

 

A presunção de que somos especiais, pessoas a quem nenhum mal sucederá, ou podemos fazer o quisermos, sem termos recebido direções de Deus, é uma das estratégias usadas pelo diabo para nos tirar da presença divina. Infelizmente, muitos irmãos em Cristo se deixaram levar pelas táticas do maligno e, hoje, estão distantes do Salvador, que buscará a Sua Igreja em breve.

Veja como Satanás agiu na vida de Saul, que não buscou o Senhor a respeito do jovem Davi, o qual vencera o gigante Golias. O rei se inflou de ciúme e o perseguiu com ódio mortal. Saul só não teve êxito no seu intento homicida devido ao amor de Deus pelo filho de Jessé (1 Sm 17; 19). É preciso viver em comunhão com o Pai celestial, orando e buscando as orientações na Palavra, a fim de passar pela vida sem ser incomodado. O Onisciente fala acerca da Sua proteção da seguinte maneira: Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda (Sl 91.10). No entanto, isso é prometido para quem realmente vive nEle: Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará (Sl 91.1).

Temos de ouvir o que o Santo Espírito nos diz. Se O tivermos, Ele nos revelará tudo o que tiver ouvido, como Cristo declarou: Mas, quando vier aquele Espírito da verdade, ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir (Jo 16.13). Então, por que não procurarmos tão preciosa ajuda?

O rei Asa foi usado pelo Altíssimo, realizando um dos melhores governos de Judá. Porém, como não vigiou, resolveu criar coisas e até formou um bom exército para se defender: Disse, pois, a Judá: Edifiquemos estas cidades e cerquemo-las de muros, torres, portas e ferrolhos, enquanto a terra ainda está quieta diante de nós, pois buscamos ao SENHOR, nosso Deus; buscamo-lo e deu-nos repouso em redor. Edificaram, pois, e prosperaram (2 Cr 14.7).

Quando Asa assumiu o reino, existiam muitos problemas em Israel: E, naqueles tempos, não havia paz nem para o que saía, nem para o que entrava, mas muitas perturbações, sobre todos os habitantes daquelas terras (2 Cr 15.5). Por causa da sua fidelidade ao Senhor, o rei logo viu surgir a prosperidade e a terra ficar quieta diante do seu povo. Contudo, ao abrigar o medo em seu interior, de uma hora para outra, o inimigo levantou Zerá, o etíope, contra Judá, levando um exército de 1 milhão de soldados. Asa viu que não o derrotaria; assim, voltou-se para Deus e foi ajudado (2 Cr 14.9-13).

O monarca ia muito bem, mas deixou o orgulho crescer em seu coração e quase foi destruído pelo líder etíope. Porém, lembrou-se do Todo-Poderoso, clamou por socorro e, prontamente, foi atendido. Viva sob a proteção de Quem tem todo o poder nos Céus e na Terra. Consagre-se ao Senhor, para que nenhum mal lhe suceda nem praga alguma chegue à sua tenda.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

2 Comments

  1. Geovania nunes figueiredo disse:

    Muito me estica, as publicações. Muito obrigada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.