Capa | Revista Graça/Show da Fé
Sociedade
01/02/2020
Carta do Pastor à ovelha – 247
01/02/2020

Capa | Debate

DIAS CONTADOS

A morte é um tema difícil para muitas pessoas, mas o cristão tem motivos para encará-la com naturalidade

POR ANA CLEIDE PACHECO

Embora não seja agradável falar de morte, de vez em quando, ela entra em pauta nas conversas do dia a dia. Provocada por tragédia, doença grave ou por crime violento, ainda mais se envolver famosos, ganha destaque nos jornais, nos sites, nas redes sociais e nas emissoras de TV e de rádio. Além disso, tem notoriedade nas ruas e motiva debates. Para alguns, o assunto acarreta peso e temor, para outros, é visto de modo natural.

Uma pesquisa, encomendada pelo Sindicato dos Cemitérios e Crematórios Particulares do Brasil (SINCEP), concluiu que, para mais de 73% dos brasileiros, discutir sobre o fim da vida é um tabu e, para 10%, falar disso tem o poder de atrair a morte. No entanto, segundo o levantamento, pior que morrer é ver um ente querido partir: 82,4% acham que não há nada mais sofrido do que a dor da perda de alguém que se ama. Na mesma análise, 30% disseram ter medo de falecer.

Entretanto, a questão é tratada com tranquilidade pela técnica de enfermagem Fabiana Pery, 43 anos, membro da Igreja Sara Nossa Terra do Fonseca, em Niterói (RJ). Ela frisa que quem ama Cristo não precisa temer, e sim se preparar para a inadiável data. “Tudo o que vivemos e vemos é transitório e limitado. Não precisamos ter medo quando acreditamos em um plano de salvação, em um Deus maravilhoso, que foi capaz de enviar Seu único Filho para morrer por nós e pelos nossos pecados.” Pery evidencia que, quando alguém aceita esse grande amor e tem uma experiência verdadeira com Jesus, confia que, um dia, irá ao encontro dEle. “Cremos em um Céu glorioso com Cristo, onde adoraremos a Deus o tempo todo, porque Ele é bom”, assinala, emocionada.

Fabiana Pery: “Não precisamos ter medo quando acreditamos em um plano de salvação, em um Deus maravilhoso, que foi capaz de enviar Seu único Filho para morrer por nós e pelos nossos pecados” Foto: Arquivo pessoal

Morrer é lucro – O psicanalista Renildo da Silva Moreira lembra que Deus criou o homem para viver eternamente. Contudo, com a queda – a entrada do pecado no mundo –, isso acabou. Por outro lado, ele destaca as palavras do apóstolo Paulo. Em Filipenses 1.21, esse servo fiel fala da eternidade e do desejo dele de partir deste mundo para estar com o Messias: Para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro (ARA). “Morrer se torna lucro para o cristão porque a morte não é o fim da linha, é apenas um momento”, ressalta Moreira, pastor integrante do corpo de líderes da Igreja Batista Betânia em Sulacap, zona norte do Rio de Janeiro. “No entendimento do apóstolo, a vida era o próprio Cristo. Essa leveza de espírito que Paulo alcançou em relação à vida e à morte, por meio do Evangelho, o qual ele experimentou intensamente, é proposta a todos os que professam Cristo como Senhor absoluto.”

O psicanalista Renildo da Silva Moreira: “Morrer se torna lucro para o cristão porque a morte não é o fim da linha, é apenas um momento” Foto: Arquivo pessoal

O Pr. Fernando Santana, da Comunidade Evangélica Águas do Trono, em Camaçari (BA), acredita que, como o homem foi criado para a eternidade, é uma consequência do pecado ninguém se acostumar com a ideia da morte. “No entanto, com a abreviação de nossos dias, precisamos encará-la como o destino de todos e dar a atenção necessária ao que segue após fecharmos os olhos nesta terra.”

Pr. Fernando Santana, ao falar da morte: “Com a abreviação de nossos dias, precisamos encará-la como o destino de todos e dar a atenção necessária ao que segue após fecharmos os olhos nesta terra” Foto: Arquivo pessoal

Se alguém está pronto para a vida eterna com o Redentor, sublinha Santana, não há o que temer, pois, como registra o livro de Eclesiastes 3.11b, Deus pôs a eternidade no coração do homem. “A questão é que nem todos estão preparados para isso”, observa o pastor, ressaltando que terão sofrimento os que não estão em Cristo, conforme está em Mateus 25.46: E irão estes para o tormento eterno, mas os justos, para a vida eterna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *