Novela da Vida Real | Revista Graça/Show da Fé
Medicina e Saúde – 250
01/05/2020
Missões – 252
01/07/2020
Exibir tudo

Novela da Vida Real

“UM GRANDE MILAGRE”

Casal testemunha prodígio operado na vida do filho, contrariando todos os prognósticos médicos

POR MARCELO SANTOS

A cada manhã, o técnico em Segurança do Trabalho Leonardo da Costa Santos, 36 anos, e a dona de casa Kátia da Silva Santos, 37, emocionam-se ao abraçar o filho, Samuel, de três anos. Eles sabem que experimentar essa sensação só é possível hoje graças à ação sobrenatural de Deus.

Membros da Igreja Internacional da Graça de Deus (IIGD) no Jardim Maringá, em Mauá (SP), na região do ABC Paulista, o casal vivia dias de alegria e esperança, em novembro de 2016, com a expectativa da chegada do menino. A gestação havia transcorrido normalmente, e não houve intercorrências no parto, realizado no Hospital da Mulher, em Santo André (SP). Porém, na manhã seguinte ao nascimento, Samuel apresentou as mãos e os pés arroxeados. Logo, foram constatados um sopro no coração dele e oxigenação baixa.

O bebê foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e, assim, permaneceu por um mês. Ele sofria de uma cardiopatia congênita que limita o fluxo sanguíneo e, portanto, a oxigenação do corpo. O nome técnico do problema é tetralogia de Fallot, uma condição rara causada pela combinação de quatro defeitos cardíacos: obstrução da via de saída do ventrículo direito, defeito do septo interventricular, dextroposição da aorta e hipertrofia do ventrículo direito. Nesses casos, é indicada a intervenção cirúrgica, contudo, segundo os médicos, o procedimento ocorreria somente depois que o pequeno crescesse um pouco mais. “Então, seguimos com o acompanhamento”, informa Leonardo. 

O Pr. Sebastião Cavalcante de Souza: “Fiz algumas visitas a Samuel. Em uma delas, ele estava na UTI, sem reações, praticamente em estado vegetativo. Oramos e determinamos a cura sobre a vida dele” Fotos: Arquivo pessoal

Em julho de 2019, quando Samuel estava com dois anos e oito meses foi submetido a uma ressonância nuclear magnética. Na época, ele parecia saudável. No entanto, o exame mostrou uma obstrução nas veias do coração da criança, que poderia causar sua morte a qualquer instante. “A médica não o liberou, pois ele precisava fazer uma cirurgia”, conta o pai.

O garotinho foi operado, e o procedimento durou cerca de cinco horas. Ao final, os doutores tranquilizaram a família. “Disseram que tinha ido tudo bem e que o Samuel não teria mais complicações”, lembra-se Kátia. Só que, no dia seguinte, ele estava desfigurado, com o corpo bastante inchado. Os pulmões estavam tomados de líquido, e o quadro agora era grave. Nos 15 dias adiante, Samuel permaneceu internado, com dreno e sedado, tendo crises convulsivas.

Determinando a cura – Leonardo e Kátia procuraram o Pr. Sebastião Cavalcante de Souza, na IIGD, pedindo que ele e os membros da Igreja ajudassem em oração. “Fiz algumas visitas a Samuel. Em uma delas, ele estava na UTI, sem reações, praticamente em estado vegetativo. Oramos e determinamos a cura sobre a vida dele”, relembra-se.

No 16º dia após a cirurgia, o pequenino sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico. O problema sucede quando vasos que levam sangue ao cérebro entopem ou se rompem, provocando a paralisia da área que ficou sem circulação. O derrame havia afetado o lado esquerdo do cérebro, e, provavelmente, ele apresentaria perdas significativas na coordenação motora, fala e audição e teria dificuldades para andar. 

Após essa notícia, Kátia tomou uma decisão. “Senti um desejo imenso de patrocinar o Show da Fé em nome do Samuel. Era sábado, e liguei para minha mãe. Pedi que pegasse o formulário na Igreja da Graça para mim. Então, na frente do leito da UTI, fiz a inscrição e determinei que ele sairia dali perfeito”, emociona-se. Na terça-feira, Samuel teve uma melhora e reconheceu os pais.

O progresso, entretanto, foi interrompido por outro derrame, desta vez, no pericárdio, a membrana que envolve o coração. O órgão vital ficou cheio de líquido, e as chances de sobrevivência se tornaram ínfimas. “Mas orávamos e determinávamos a vitória”, ressalta a mãe. E Samuel se recuperou do segundo derrame: voltou a falar e a ouvir normalmente e, quando teve alta, já estava andando e se movimentando como antes. Kátia destaca a frase de uma médica: “Seu filho é um milagre”. Para ela e o marido, nada é mais gratificante do que poder vê-lo correndo e brincando pela casa, em plena saúde. “Foi, de fato, um grande milagre que Jesus operou em nossa vida.”


3 Comments

  1. Raquel de Fatima Santos disse:

    Boa tarde! Estou procurando uma novela da vida real, passou hoje de manhã dia 12/11,20 minha mãe assistiu no Sbt Rede massa no Pr, o testemunho de cura de minhas duas cunhadas Marialva Ruppel Almeida e Idê Ruppel Waltter, gostaria muito de assistir, se for possível me ajudar agradeço muito Raquel

  2. Obrigada por postar, gostei muito do conteúdo, inclusive
    voltarei ao site mais vezes. 🙂
    Tobias fica insatisfeito, mas Ramiro se mantém
    firme:https://youtu.be/j5Lu3jqcKgA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *